UFSC » APP - CA
Associação de Pais e Professores do Colégio de Aplicação da UFSC

Segunda edição do Curso de Capacitação “Qualificando a prática pedagógica nas escolas” ocorre no CA
Publicado em 21/03/2017 às 16:09

cartaz1

O Colégio de Aplicação, comprometido com uma inclusão cada vez mais efetiva, está realizando a 2ª Edição do curso de Capacitação “Qualificando a prática pedagógica nas escolas”,  com o objetivo de promover a capacitação de bolsistas de acessibilidade, estagiários do Colégio de Aplicação e acadêmicos dos cursos de Licenciatura da UFSC e outras Instituições de Ensino Superior de Florianópolis. O curso está sendo implementado pelos docentes da Educação Especial, Libras e Terapeutas Ocupacionais, em parceria com o Laboratório Interdisciplinar de Formação de Educadores - LIFE, e será realizado em dois turnos, com o mesmo tema, para dessa forma, propiciar que um maior número de acadêmicos possam realizar o mesmo.

  • Período: 03  de abril a 28 de junho de 2017
  • Local: LIFE – Colégio de Aplicação/UFSC
  • Horários: 8h às 11h40  OU 13h30 às 16h40
 ( 25 vagas por turno )
  • Carga Horária: 40h
  • Proponentes: Docentes de Educação Especial, Libras e Terapeutas Ocupacionais do Colégio de Aplicação/UFSC

     Temas que serão abordados no curso:

  • Inclusão e Adaptações Curriculares
  • Projeto Recreio I
  • Deficiência Visual
  • Singularidades e aprendizagens: Autismos
  • Deficiência Física e PC
  • Deficiência Intelectual
  • Tecnologia Assistiva e Projeto COAMAR
  • Altas Habilidades/ Superdotação
  • Libras no contexto da inclusão
  • Projeto Recreio II
  • A influência do desempenho das atividades de vida diária e instrumentais no ambiente escolar
  • Educação Bilíngue no contexto inclusivo
  • Pesquisas e práticas transdisciplinares em uma escola inclusiva

* As inscrições deverão ser realizadas pela página do LIFE - http://projetolife.paginas.ufsc.br e os certificados serão emitidos pelo PROEX e disponibilizados após a conclusão do curso, desde que ocorra no mínimo, 75% de presença.

Maiores informações: 

Informe da direção sobre Dia de Paralisação Nacional
Publicado em 14/03/2017 às 13:37

Senhores e senhoras Responsáveis,

Chegou ao conhecimento da Direção que um número expressivo de servidores docentes dos Anos Finais e Ensino Médio e servidores técnico-administrativos dos diversos setores da nossa escola irão aderir à Paralisação Nacional contra a Reforma da Previdência no dia 15/03 (quarta-feira), chamada pelos respectivos sindicatos. Dessa forma, é nosso dever informar que o atendimento aos estudantes desses segmentos ficará fortemente prejudicado amanhã. Gostaríamos também de alertar que está confirmada uma paralisação dos transportes públicos para amanhã ás 16 horas.

À disposição para maiores esclarecimentos,

A Direção em 14/03/2017

Informativo do Serviço Social do CA
Publicado em 13/03/2017 às 10:26

Senhores Pais e/ou Responsáveis,

Neste mês de março do ano de 2017 alguns serviços vinculados à UFSC estão sendo ofertados para a comunidade em geral. Caso seja do seu interesse, segue a agenda para inscrição:

  1. Grupo de Pais, Mães e/ou Responsáveis por Crianças: O Serviço de Atenção Psicológica da UFSC convida pais, mães e/ou responsáveis para um grupo de conversa sobre os desafios de ser pais e mães na atualidade em sete encontros temáticos. Os encontros começarão dia 03/04, serão gratuitos e ocorrerão nas segundas às 16h30 até às 18h no Sapsi/CFH/UFSC. Inscrições pelos telefones 3721-4989 e 3721-9402. Inscrições até 31/03. Vagas limitadas!

  1. Sapsi/UFSC: A Coordenação de Serviço de Atenção Psicológica informa que as inscrições para atendimento psicológico de crianças e adultos serão abertas no dia 28/03/17, das 08h às 18h, de forma presencial no Sapsi, localizado no 2º andar do bloco D do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), em Florianópolis. Serão ofertadas 20 vagas para crianças e 30 para adultos. Mais informações pelo telefone 3721-9402.

  1. Programa de Educação Esportiva na UFSC (2017/1) – ENSIDE – Escola Infantil de Esportes: As atividades são desenvolvidas através de uma perspectiva lúdica e inclusiva, envolvendo os fundamentos de modalidades esportivas individuais e coletivas (ginástica, atletismo, voleibol, futsal, basquetebol, handebol, etc.), com o objetivo de possibilitar o desenvolvimento físico, motor, cognitivo e social das crianças. Público Alvo são crianças de ambos os sexos, na faixa etária de 7 a 10 anos. As inscrições deverão ser realizadas nos dias 14 ou 16 de março no horário e local em que ocorrem as aulas. Informações na Coordenadoria de Extensão CDS/UFSC ou Fone: 3721-9927. Responsável Profa. Dra. Michele Souza. Horário das aulas:

Turma Dias e Horário Local Vagas Taxa Semestral
Infantil

7 a 10 anos

3ª Feira: 16h às 17h

5ª Feira: 15h às 16h

Ginásio 1

CDS/UFSC

20 Gratuito
  1. Projeto Amanhecer – HU/UFSC: O período de inscrição para o 1º bimestre de 2017 acontecerá nos dias 14 e 15 de março. Deverá ser feita presencialmente no Projeto Amanhecer (Núcleo de Capacitação Técnica do HU), das 08:00 às 12:00 e das 14:00 às 18:00. Para realização das inscrições serão distribuídas 150 senhas por período. Até 13 de março será divulgado a lista de terapias oferecidas. Contato: 3721-8055.

Site:http://www.hu.ufsc.br/setores/projeto-amanhecer/

Por fim, salientamos que as informações foram copiadas dos respectivos sites dos serviços ofertados ou da página de notícias da UFSC.

Atenciosamente,

Equipe de Serviço Social do Colégio de Aplicação da UFSC

Contato: 3721-4642. E-mail: 

Florianópolis, 10 de março de 2017.

APP Convida!! Participe!
Publicado em 04/03/2017 às 10:16

A imagem pode conter: texto e comida

“CANTORIA: CORAL INFANTIL DO CA” – início das atividades em 07/03
Publicado em 21/02/2017 às 15:50

camiseta preta coral

 

Srs. Responsáveis

Com alegria nos preparamos para o início dos trabalhos do “CANTORIA: Coral infantil do Colégio de Aplicação”.

Em 2017 desejamos desenvolver na íntegra os objetivos do projeto incluindo movimentação cênica em nosso repertório e realizando parcerias com outros projetos ou artistas. Para tanto, faremos algumas alterações metodológicas e de rotina do coral. As atividades acontecerão nas terças feiras, das 18 às 19:15h na sala de Música I e, se houver necessidade serão marcados ensaios extras no mesmo horário em dias a serem definidos. Em alguns ensaios os grupos serão divididos para trabalhar com os dois professores separadamente, a fim de melhorar a afinação do grupo e de ensaiar a movimentação cênica.

Não será realizada nenhuma seleção vocal, entretanto, será exigido dos participantes e de suas famílias o máximo comprometimento com a atividade. Assim sendo, não poderão participar da atividade crianças que não se comprometam com o trabalho atrapalhando os ensaios e/ou que não frequentem os ensaios assiduamente. Em 2016 foram muitas as reclamações com relação às atitudes de algumas crianças, o que também prejudicou o resultado musical do grupo.

O ingresso será realizado aos poucos, considerando-se inicialmente a renovação da inscrição dos alunos que já frequentaram a atividade e desejam continuar. Em seguida, os professores de Música passarão em todas as salas para verificar o interesse das crianças e enviarão a ficha de inscrição para as famílias (os responsáveis que acharem necessário poderão entrar em contato com a coordenadora do projeto). Também serão reservadas vagas para alunos de outras escolas públicas do entorno da UFSC.

Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e informações!

 

Cristiane Reys

(coordenadora do projeto)

 

Formaturas das turmas 2016: Ensino Fundamental e Médio
Publicado em 19/01/2017 às 17:53

Ações do Projeto Lixo Zero são destaque na UFSC
Publicado em 15/12/2016 às 13:27

Iniciado em 2014 com a criação e o apoio do Núcleo de Educação Ambiental do Centro Tecnológico da Universidade Federal de Santa Catarina (NEAmb/UFSC), o projeto de extensão Lixo Zero, do Colégio de Aplicação (CA) evoluiu e agora passa a ser utilizado como exemplo para escolas do município de Florianópolis. Sem utilizar copos descartáveis há mais de dois anos, o Colégio passou por uma transformação, graças ao engajamento e colaboração de professores, técnicos, estudantes e voluntários.

Além de não mais utilizar copos descartáveis, a escola conseguiu reduzir pela metade a quantidade de resíduos com iniciativas como a separação de recicláveis e a compostagem do resíduo orgânico, que após ser transformado em composto, serve para adubar a horta orgânica da escola. Outros benefícios tangíveis foram a melhoria na limpeza da escola e uma redução no desperdício de alimentos na hora do lanche. A mobilização é contínua, graças à formação de um coletivo formado por voluntários da comunidade escolar envolvidos com o Lixo Zero.

A diretora da escola, Josalba Ramalho Vieira, explica que a educação pela sustentabilidade é uma das diretrizes da escola no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da UFSC. “O Projeto Coletivo Lixo Zero e da Horta contribuem para a beleza, leveza, limpeza, cuidado e educação com o planeta. É nosso desejo e obrigação de fomentar e incentivar novos projetos, difundir que todos os espaços da escola são educadores”, ressalta. “Havia queixas do pessoal da merenda, guerras de alimento, tudo isso foi levado em conta. Colocamos a compostagem em um local visível justamente para que as gerações aprendam que precisamos cuidar do que a gente come, do que descartamos e da produção de novos alimentos,” pondera a diretora.

Copos reutilizáveis do projeto Lixo Zero. (Foto: Mayra Cajueiro Warren/Agecom/UFSC)

A metodologia utilizada é inspirada na COM-VIDA (modelo orientador elaborado pelo Ministério da Educação em parceria com o Ministério do Meio Ambiente para as escolas no que tange às questões ambientais e qualidade de vida). Josalba salienta a importância dos modelos e do NEAmb nesse processo: “nenhuma das escolhas, nada foi aleatório. Foram pensadas ações que representassem a escola de uma forma mais abrangente. O grupo do NEAmb veio em peso para cá, com ideias, com projetos e ficamos com o Lixo Zero por reunir várias das ideias que o grupo levantou”, conta a diretora.

Educação Ambiental

A composteira, localizada próximo ao refeitório da escola, recebe diariamente resíduos orgânicos da comunidade escolar. (Foto: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC)

O NEAmb é um núcleo que surgiu da organização de estudantes com a intenção de desenvolver projetos de extensão em educação ambiental. “O núcleo nasceu para levar a educação ambiental para a prática, levar para as comunidades. No início de 2014, durante a construção coletiva dos projetos nasceu a intenção de trabalhar mais focado em uma escola, juntar forças. Por isso escolhemos o Colégio de Aplicação, e uma das ideias era trabalhar a questão dos resíduos”, explica Luiz Gabriel Catoira Vasconcelos, membro do conselho gestor do NEAmb e voluntário atuante no projeto Lixo Zero.

Luiz era estudante de graduação quando o projeto começou. Se envolveu tanto que escreveu sua monografia sobre o projeto, e ingressou no mestrado também com a pesquisa sobre a educação ambiental e implantação de projetos como o Lixo Zero do Aplicação.

O início das atividades, em 2014, foi com os sétimos anos, que participaram de uma gincana, com o objetivo de diagnosticar a problemática do lixo na escola. “Uma das provas era mapear as lixeiras do colégio, outra era abrir um saco de lixo, fazer a separação e pesar cada tipo de resíduo”, lembra Luiz. Em 2015, com a experiência do ano anterior, o NEAmb juntamente com a escola desenvolveu o Desafio Lixo Zero. “Buscamos mobilizar toda a escola em torno desse desafio, para que a escola fosse lixo zero durante toda a semana. Sacudimos a escola inteira, com mobilização, sensibilização, personagens no recreio interagindo com os alunos, atividades pedagógicas, uma tarde com cada série do sexto ao nono ano. Não teve uma pessoa da escola que não tenha participado”, relata. Durante a semana do Desafio, a produção de resíduos sólidos passou de 67 kg a 33,4 kg.

Coletivo Lixo Zero

O estudante Dimitri, 6º ano, participa da reciclagem do papel com o Papelomóvel. (Foto: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC)

A partir da mobilização do Desafio Lixo Zero nasceu a necessidade de formar um grupo permanente para dar continuidade à iniciativa, e foi assim que surgiu o Coletivo Lixo Zero, formado por estudantes, professores e técnicos. Todas as ações do Coletivo são decididas pelos voluntários, que têm voz e voto iguais, independente de ser estudante, técnico ou professor. “É uma referência forte ter um coletivo dentro da escola que seja um espaço democrático de discutir as questões ambientais e de agir também”, salienta Luiz.

A psicóloga do CA, Juliana Lopes, é muito envolvida com o Lixo Zero desde o início do projeto. Ela conta que o trabalho de conscientização é contínuo. “É um investimento incessante de tempo, energia para que as ações não se percam e se consolidem. Desde idas em reuniões coletivas com professores, encontros sistemáticos do Coletivo quinzenalmente, as idas em salas de aula têm que ser frequentes. Percebemos que quando a escola tem férias ou algo assim, assim que retornamos temos que fazer barulho, já na primeira semana, criar uma ação que mobilize, porque senão os hábitos anteriores retornam”, relata Juliana.

Abolir da escola o uso de copos descartáveis foi uma das primeiras iniciativas do Coletivo. A criação do “Papelomóvel” também. Duas iniciativas simples que provocaram grandes mudanças no ambiente escolar. A retirada dos copos descartáveis reduziu o volume de resíduos, diminuiu os custos da escola. Durante a Festa das Famílias e das Culturas, comemoração anual com a presença dos pais e familiares dos estudantes, as famílias trouxeram copos e canecas de casa, ou tinham a opção de adquirir ou alugar o copo reutilizável do Lixo Zero.

Atividade do Coletivo Lixo Zero nas salas de aula. (Foto: Divulgação/Colégio de Aplicação/UFSC)

Atividade durante o Desafio Lixo Zero, em 2015. (Foto: Divulgação/Colégio de Aplicação/UFSC)

Já o “Papelomóvel”, um carrinho de supermercado estilizado que fica estacionado cada dia em um local da escola virou ponto de limpeza das salas e facilitou o trabalho da separação e coleta. “Fizemos todo um trabalho de orientação, apontando para quem tiver papel para reciclar trazer ao Papelomóvel no dia que ele está mais perto da sua área. Um dos membros do Coletivo Lixo Zero é responsável por levar o Papelomóvel a cada área do rodízio e na sexta-feira um membro do coletivo esvazia o papelomóvel para a coleta na semana seguinte”, detalha a coordenadora Juliana. “O papel é recolhido pela Comcap, junto com a coleta reciclável. O nosso desejo é que a gente consiga fazer aqui na escola oficinas de reciclagem do papel, mas ainda não temos a estrutura necessária,” complementa.

O mote do Projeto: “Ser Lixo Zero está em Nossas Mãos” é na escola uma realidade. Muitas das inovações e estruturas são feitas com a ajuda da comunidade escolar, a partir de materiais em desuso na Universidade. Um exemplo é a composteira, construída com pedaços de madeira coletados pela UFSC. “As coisas que a gente consegue usar, a gente pega. Pedaços de porta, o que foi descartado, a gente reutiliza. A folhagem seca retiramos daqui mesmo do nosso jardim. Durante o dia vai se juntando o orgânico e, no final do dia, um voluntário do NEAmb vem, traz os orgânicos para cá, coloca palha em cima, revolve a compostagem”, acrescenta Juliana.

O estudante Dimitri Moros Scheibe, do sexto ano, ingressou no Coletivo como representante do Grêmio Estudantil e continuou no grupo por achar o trabalho importante. “O nosso refeitório já mudou muito. O papel na sala de aula também reduziu muito com o Papelomóvel. Existe uma gincana na escola que vale pontuação para as olimpíadas do Colégio se a sala estiver limpa, ganha ponto. Hoje todo dia a gente varre a sala, recolhe papel. Eu acho muito lindo o Lixo Zero, e embora não tenha tanta gente no Coletivo, somos unidos, todos se ajudando”, conta Dimitri.

Inovação para outras escolas

A experiência que deu certo no Colégio de Aplicação da UFSC já está sendo aplicada em outros espaços. O NEAmb apresentou a proposta à Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis e atualmente acompanha a Escola Básica Donícia Maria da Costa, localizada no bairro Saco Grande na implantação do projeto.

 

Mayra Cajueiro Warren
Jornalista / Agecom / UFSC

Apresentação Musical
Publicado em 30/11/2016 às 10:49

images (1)

 

Amanhã, 01/12, às 17h tem mais Música no auditório do CA.

Desta vez nossos alunos dos sextos anos é que estarão no palco. O trabalho foi desenvolvido pelos professores Luciano e Cristiane durante o ano de 2016 e no repertório teremos Beatles, Neil Yang, Elvis, Tim Maia…. 

Prestigie!!

 

O quê? Apresentação de Música instrumental

Quando? Auditório do CA às 17h

Onde? Auditório do CA

Obaaaa! Amanhã tem CANTORIA!
Publicado em 28/11/2016 às 9:51


camiseta preta coral

Amanhã (29/11), às 18:15h no auditório do Colégio de Aplicação.

No repertório: Chica e Adê, Thelma Chan, Yara Campos, Pixinguinha, Adoniran Barbosa, Edino Krieger, entre outros.

Prestigie!!!

Nota da direção sobre a situação do sorteio dos 1ºs anos do Ensino Fundamental
Publicado em 18/11/2016 às 19:56

No dia 10/11, foi realizado o sorteio das vagas e listas de espera para todos os anos do Ensino Fundamental e Médio do Colégio de Aplicação. Na ocasião, depois de já iniciado o sorteio do 1º ano do Ensino Fundamental e de explicadas as regras, com anuência da plateia presente, houve apresentação oral por parte de um dos presentes de uma contestação de suspeição de diferenças de probabilidade na metodologia com que o processo relativo a essa série estava sendo realizado, em virtude de ter sido a única em que o número de inscrições ultrapassou mil.

Na tarde do mesmo dia, a pessoa que apresentou oralmente essa contestação naquele momento, à qual foi dado direito de voz e uma resposta por parte da Direção em que se enfatizou o direito ao contraditório e ao recurso, realizou uma solicitação formal em documento por escrito, que está em análise. Além deste, outros dois processos de recurso também foram abertos, um deles no próprio Colégio de Aplicação e outro no protocolo da Reitoria da UFSC. Para realizar a devida análise dos argumentos apresentados, a Direção solicitou a uma Comissão com membros internos e externos um parecer técnico sobre a questão probabilística implicada. Esta Comissão reuniu-se às 12h do próprio dia 10/11, e está elaborando documento com sua análise.

Além disso, está sendo buscado contato com a Procuradoria da UFSC para tratar das questões jurídicas implicadas. Na Nota emitida naquela data, deu-se o prazo de 5 dias úteis para a análise dos recursos.

Assim sendo, a Comissão do Sorteio torna público o seguinte cronograma para apresentação de uma posição definitiva a respeito da questão. Tendo sido o Sorteio realizado em 10/11, houve 48 horas úteis para apresentação de recurso, prazo que expirou às 18h de 16/11. Foi montado, então, o processo com os recursos recebidos.

Análise dos recursos: 17 e 18/11

Divulgação de Parecer com resposta da Comissão do Sorteio e da Direção: 21/11

Todas as informações a respeito dessa questão estarão nesse parecer final, que será amplamente divulgado tão logo esteja pronto.

Contamos com a compreensão de todas e todos.

  • Administradores do Site
  • 1960 - 2015 - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) | Central Telefônica - (48) 3721-9000 |
  • Última atualização do site foi em 21 de março 2017 - 16:09:11
SeTIC
Páginas UFSC